Com a mudança de governo, temos o retorno do Bolsa Família em 2023! Assim como acontecia no Auxílio Brasil, os pagamentos do Bolsa Família continuarão a ser realizados de acordo com o número final do NIS dos beneficiários. 

Destinado às famílias em situação de pobreza, o programa manteve o valor de, pelo menos, R$ 600,00 e agora conta com o pagamento de R$ 150,00 por cada criança de até 6 anos de idade.  Além disso, a partir de junho deste ano, serão adicionados R$ 50,00 por cada membro da família entre 7 e 18 anos ou mulheres gestantes, independente da idade.

O programa que mudou o Brasil (Imagem: Gov. Federal)

O que é o Bolsa Família?

O Bolsa Família é um programa social criado pelo Governo Federal brasileiro em 2003, com o objetivo de combater a pobreza e a desigualdade social no país. O programa consiste no pagamento de benefícios em dinheiro para famílias que se encontram em situação de pobreza e extrema pobreza.

Anúncios

O valor do benefício varia de acordo com a renda da família e o número de crianças e adolescentes de até 18 anos que a compõem. O programa também possui outras modalidades de benefícios, como o Benefício Primeira Infância e o Benefício Variável Familiar, que são destinados a famílias em situações específicas.

Além do pagamento de benefícios em dinheiro, o programa também oferece acompanhamento das famílias por meio de ações de saúde, educação e assistência social, visando à melhoria das condições de vida e a superação da pobreza.

Como se cadastrar no Bolsa Família? 

Para se cadastrar no Bolsa Família em 2023, é necessário que a família interessada esteja dentro do perfil estabelecido pelo programa, ou seja, em situação de pobreza ou extrema pobreza. 

Em seguida, a família deve procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da sua cidade ou região munida de alguns documentos.

Os documentos necessários para o cadastro são:

  • CPF ou título de eleitor de todos os membros da família;
  • RG ou certidão de nascimento de todos os membros da família;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de renda (caso haja alguma fonte de renda na família).
  • Após o cadastramento, a família deverá aguardar a análise dos dados fornecidos, que será feita pela Caixa Econômica Federal em conjunto com o Ministério da Cidadania. Caso seja aprovada, a família será incluída no programa e passará a receber o benefício.

É importante lembrar que o cadastramento no Bolsa Família é gratuito e que não é permitido o pagamento de taxas ou valores para a realização do cadastro. 

Além disso, é fundamental manter os dados atualizados e informar qualquer mudança na composição familiar, na renda ou no endereço.

Como receber o Bolsa Família em 2023?

Aqueles que já recebiam o Auxílio Brasil, poderão utilizar o mesmo cartão e senha para o recebimento do Bolsa Família. 

Já as famílias que recebem o seu benefício através do aplicativo Caixa Tem, em uma conta Poupança Social Digital, poderão receber o Bolsa Família da mesma maneira e continuar a movimentar o seu benefício através do app.

Recentemente, no dia 6 de março, o Governo Federal lançou o aplicativo Bolsa Família, que irá substituir o antigo aplicativo do Auxílio Brasil. Com isso, os beneficiários poderão utilizar o novo aplicativo para consultar informações e a disponibilidade do seu benefício.

Valores atualizados do Bolsa Família em 2023

O valor total que cada família receberá depende de algumas variáveis, para cada benefício que a família se enquadrar, o valor é acrescido na somatória. Os benefícios que podem ser somados são: 

Renda de Cidadania: cada integrante da família, independente da idade, tem direito a receber o valor de R$ 142,00, de acordo com as regras do programa;

Complementar: benefício que complementa o valor caso o “Renda de Cidadania” não chegue aos R$ 600,00 mínimos do programa. Ou seja, o valor é o complemento é exato para garantir que nenhuma família receba menos que o valor de R$ 600. 

Por exemplo, caso a família tenha 4 membros ao todos, o valor recebido pela “Renda de Cidadania” seria de apenas R$ 568,00, então a família receberá o acréscimo de R$ 32,00 para que atinja os R$ 600,00 mínimos que o Bolsa Família oferece. 

Primeira Infância: é pago o valor de R$ 150,00 por cada criança pertencente à família, desde que tenha entre 0 (zero) e 6 anos de idade;

Variável Familiar: no caso de família que tenham mulheres grávidas ou crianças e adolescentes entre 7 e 18 anos, é pago o valor de R$ 50,00 por cada membro da família que corresponda aos critérios.

Fique ligado no programa (Imagem: Gov. Federal)

Calendário do Bolsa Família em 2023

Confira abaixo, o calendário completo de recebimento do Bolsa Família em 2023: 

MêsNIS Final 1NIS Final 2NIS Final 3NIS Final 4NIS Final 5NIS Final 6NIS Final 7NIS Final 8NIS Final 9NIS Final 0
Abril14171819202425262728
Maio18192223242526293031
Junho19202122232425262728
Julho18192021242526272831
Agosto18212223242528293031
Setembro18192021222526272829
Outubro18192023242526273031
Novembro17202122232427282930
Dezembro11121314151819202122

Então é isso, caso ainda tenha dúvidas, confira agora mesmo como se inscrever no Bolsa Família.